“O governador disse que haveria diálogo e não há diálogo nenhum”, disse Antônio Gomide

O deputado estadual Antônio Gomide (PT), usou a tribuna no Pequeno Expediente, no Plenário Getulino Artiaga nesta terça-feira (26), para fazer críticas ao governador Ronaldo Caiado (DEM), o deputado falou que a população goiana continua esperando o governo de Caiado começar. “O governador disse que haveria diálogo e não há diálogo nenhum, menos ainda com o servidor público. Ele veio aqui recentemente e ironizou o servidor, fazendo sinais de corações com as mãos”, expressou o petista.

Para Gomide, as ações são “péssimas”. Segundo ele, Caiado solicita agora ao Supremo Tribunal Federal (STF), que autorize Goiás a reduzir salários dos servidores efetivos do Poder Executivo. “Além de atrasar o salário atual e de não ter pago dezembro, Caiado ainda quer cortar salário do funcionalismo, um absurdo”, indignou-se Gomide.

O deputado do PT lembrou ainda que Caiado reduziu os incentivos fiscais e decretou calamidade financeira, agravando a imagem de Goiás no cenário nacional. “Quase 60% dos goianos definiram pelo Caiado na eleição e já temos quase 60 dias de governo, fora os 80 de transição, e nada ainda de resultados. Uma lástima”, enfatizou.

You may also like