Tailândia poderá importar carne bovina do estado de Goiás

A Tailândia poderá abrir mercado para a carne bovina de Goiás e outros estados brasileiros. A possibilidade concreta de negócios neste segmento surge com a visita ao Brasil de uma missão técnica, que está inspecionando sistemas de produção pecuária e plantas frigoríficas em alguns estados.

Em Goiás, a missão veterinária esteve nesta sexta-feira (25), no Frigorífico Minerva e na Fazenda Sacramento, ambos em Palmeiras de Goiás. A equipe tailandesa é integrada pelos técnicos Tupanut Songkasupa, Chutipon Sirimongkolrat, Manoch Boonrawd, Waramol Chaipanich e Sriwan Siangjun.

Na visita ao Goiás, os trabalhos do Serviço Veterinário Oficial foram apresentados pela Superintendência Federal da Agricultura em Goiás, e pela Agência Goiana de Defesa Agropecuária – Agrodefesa, com acompanhamento de toda a missão da auditora fiscal do Ministério da Agricultura, Luiza Bossi Leite, e dos técnicos Nilton Antônio de Morais e Luiz Antônio Cardoso Danin.

Da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), estiveram presentes o veterinário Antônio do Amaral Leal e o supervisor regional de Palmeiras, Glaydson Batista Pontes Carneiro. Em sua permanência no Brasil, os tailandeses têm apoio logístico da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne – Abiec.

Detalhamento

Em Palmeiras, a missão da Tailândia recebeu informações do Serviço Veterinário do Brasil e sobre o Estado de Goiás, tais como situação geográfica, logística, dados macroeconômicos e o potencial do agronegócio, com foco na pecuária de corte, durante apresentação feita pelos técnicos da Agrodefesa.

Eles também conheceram a planta industrial do Frigorífico Minerva, apresentada pelo gerente administrativo da unidade, Márcio Mendes, incluindo todo o processo de produção, desde a chegada dos animais e abate até o acondicionamento e expedição dos produtos. No mesmo município, a comitiva esteve na Fazenda Sacramento, onde recebeu informações do proprietário Diego Vitti sobre o sistema de criação dos animais, com ênfase na sanidade do rebanho.

Após a série de visitas a Goiás e outros estados, os tailandeses deverão elaborar relatório final a ser avaliado pelo governo daquele País. A expectativa é que a Tailândia passe a comprar carne bovina brasileira, ampliando o leque de países importadores, o que contribuirá para expandir os negócios neste segmento.

Com informações da assessoria de Comunicação Agrodefesa

You may also like