Goiás vai receber 202 médicos em substituição aos profissionais cubanos

Duzentos e dois médicos selecionados pelo Ministério da Saúde (MS) por meio do Edital nº 18 (16º Ciclo) do Programa Mais Médicos serão alocados em 93 municípios goianos, em substituição aos profissionais cubanos que se desligaram. A reunião para o acolhimento dos novos servidores será na segunda-feira, dia 17, das 8h30 às 16h30, no Auditório da Superintendência de Educação em Saúde e Trabalho para o SUS, em Goiânia.

Estão confirmadas as presenças de prefeitos, dos médicos selecionados, representantes do Ministério da Saúde, da Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO) e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Conasems). A quantidade de médicos disponibilizados pelo MS é a mesma que havia anteriormente no Programa Mais Médicos e que era ocupada pelos médicos cubanos.

A coordenadora da Atenção Primária da Superintendência de Atenção Integral á Saúde da SES-GO, Gleydes Fernandes Martins, informa que todos serão lotados no Programa de Estratégia de Saúde da Família (PSF), coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde de cada município.

Para o evento foram convidados os 93 prefeitos dos municípios, com previsão de participação de todos os 202 médicos, além de outros profissionais e representantes das instituições envolvidas. A superintendente de Atenção Integral à Saúde da SES-GO, Evanilde Fernandes Gomides, acentua que o fortalecimento da atenção primária foi uma das prioridades da atual gestão e que a existência do Programa Mais Médicoscontribui para a melhoria da assistência nos municípios.

Desde 2015, conforme diz a superintendente, o programa Planificação da Atenção à Saúde – Mais Saúde para Goiás qualificou cerca de 16 mil profissionais, do mais simples ao mais graduado, nos 246 municípios goianos. Neste período, conforme a superintendente, foram realizadas seis oficinas teóricas para a capacitação dos profissionais. Além disso, a fase prática do programa, que prevê a reorganização completa da unidade, foi efetivada em 128 municípios.

A SES-GO, em parceria com a Universidade de Brasília (UnB), realizou oficinas de inclusão digital para 646 agentes comunitários de saúde e agentes comunitários de endemias. Também foram direcionados R$ 5 milhões para os municípios equiparem 27 laboratórios, 47 aparelhos de eletrococardiograma e 1.393 Kits de apoio diagnóstico para as equipes de Saúde da Família.

Na programação da reunião, constam apresentações do organograma da SES-GO, do Programa Nacional de Atenção Básica e do Sistema de Informação da Atenção Básica, orientações sobre a supervisão do programa e apresentação dos supervisores e tutores.

Com informações da Secretaria da Saúde de Goiás

You may also like