Bolsas universitárias é novo projeto da prefeitura

Prefeito Roberto Naves encaminhou projeto de Lei ao Legislativo, a análise e votação devem acontecer em breve.

Da Redação

Dar oportunidade de acesso ao ensino superior é desafiador e tem impactos diretos para os cidadãos, modificando de forma positiva a situação de famílias inteiras. Por essa razão, o prefeito Roberto Naves enviou à Câmara Municipal o projeto de lei que detalha o Programa GraduAção, desenvolvido para fornecer bolsas de estudo para a população de baixa renda.

O projeto tem planos de iniciar ainda neste ano, segundo o prefeito Roberto Naves, e vai beneficiar 300 estudantes por semestre, já cursando, com bolsas integrais ou parciais. A seleção será baseada em informações do Cadastro Único para Programas Sociais, o CadÚnico, atingindo estudantes em que a renda bruta familiar é de até quatro salários mínimos. Uma cota de 5% do benefício ficarão reservadas às pessoas com deficiência.

“Após aprovação na Câmara, faremos o cadastro das instituições de ensino superior da cidade e já devemos anunciar, no início de agosto, os contemplados”, explicou o prefeito Roberto Naves. Ele falou que os recursos destinados aos beneficiários não são reembolsáveis, ou seja, não precisarão ser devolvidos pela população. “A contrapartida do estudante será feita com trabalho. Ele prestará serviços durante o curso em órgãos públicos, entidades e instituições previamente cadastradas, com carga horário compatível com os estudos e de acordo com a natureza da sua área de formação”, enfatizou.

Cenário
No Brasil, quem possui diploma de ensino superior recebe o dobro ou mais, se comparado ao trabalhador com ensino médio, segundo dados do IBGE. E mesmo no período da crise, a população trabalhadora com escolaridade superior continuou crescendo, enquanto o desemprego acelerou sobre quem tem menos anos de estudo no currículo, segundo estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Eventos oficiais
A Prefeitura encaminhou também à casa legislativa projeto de lei que acrescenta no Calendário Oficial de Anápolis quatro eventos tradicionais: Circuito Anapolino de Corrida de Rua, Minimaratona 31 de Julho, Arraiana e Natal do Coração. A ação assegura a realização anual dos mesmos.

You may also like