Bolsonaro se declara a Anápolis em dia de grande festa

Chefe da Nação quebrou o protocolo, cantou parabéns para a Cidade e refirmou compromissos com o Prefeito Roberto Naves

Por Portal Anápolis

Uma data para ficar na História de Anápolis: 31 de Julho de 2019, dia em que a Cidade recebeu a visita do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), convidado de honra a participar dos festejos, cujo evento principal foi a assinatura do contrato entre o Governo Federal e a Empresa Rumo Logística, vencedora da licitação para explorar, comercialmente, a Ferrovia Norte Sul, trecho entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP), mas que terá em Anápolis um de seus principais pontos de convergência.

Anúncio

O Helicóptero Presidencial pousou na área do Porto Seco Centro Oeste com o Presidente Bolsonaro, acompanhado de ministros de Estado e auxiliares diretos.  Ele foi recepcionado pelo Prefeito Roberto Naves (PTB) e pelo Governador Ronaldo Caiado (DEM), além de grande número de empresários, lideranças políticas e comunitárias. Foi a primeira visita oficial de Bolsonaro a Anápolis (como Presidente eleito), onde já estivera quando em campanha para a Presidência da República e,  mais recentemente, numa parada fora de agenda, em um restaurante às margens da BR 060.

O visitante

Em seu pronunciamento, Jair Bolsonaro parabenizou o Governador Ronaldo Caiado e, muito pontualmente, o Prefeito Roberto Naves, a quem dirigiu elogios pela postura política e pelo trabalho desenvolvido à frente do Governo Municipal. Bolsonaro demonstrou, ainda, amplo conhecimento sobre Anápolis, seu povo, sua economia e os projetos federais em andamento na região. Colocou-se, mais uma vez, à disposição do Prefeito Roberto Naves, qualificando-o de “grande administrador” e elogiando Anápolis, “uma cidade fadada ao progresso e ao desenvolvimento sustentável”. Assegurou que seu governo dará todo o suporte legal para que Anápolis continue crescendo. E, quebrando o protocolo, Jair Bolsonaro iniciou o cântico de “Parabéns” à Cidade que completava 112 anos de emancipação política, no que foi acompanhado pela multidão presente.

Sobre a Ferrovia Norte Sul, Jair Bolsonaro disse que ela “impactará todo o Brasil”. Na ocasião, o Presidente reforçou que “este é o progresso de verdade, o transporte ferroviário é muito mais eficiente e barato”.

Ao fazer uso da palavra, o Prefeito Roberto Naves disse que Anápolis passa a viver uma nova fase e comparou o funcionamento da Ferrovia Norte Sul com o que ocorreu na “Marcha Para o Oeste”, na década de 30, com a chegada dos trilhos a Goiás o que, para ele “dividiu a história do Centro Oeste. E, não vai ser diferente agora. Anápolis está pronta para receber as composições, está pronta para embarcar e desembarcar mercadorias e produtos, da cadeia econômica. Vamos viver uma nova era a partir de agora!”, justificou o Prefeito. Ao final, ele fez agradecimentos especiais ao Governador Ronaldo Caiado e ao Presidente Jair Bolsonaro, assegurando que ambos são parceiros extraordinários e indispensáveis do Município de Anápolis e que se sentia honrado em fazer parte dessa trilogia governamental (União, Estado e Município) que, para ele, “sela, definitivamente, o seu ingresso na relação dos municípios mais evoluídos social e economicamente em todo o Território Nacional”.

Demais oradores

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, presente ao evento, afirmou: “Vamos mudar a matriz do transporte brasileiro, ligar o País inteiro por meio dos trilhos”. O Governador de Goiás, Ronaldo Caiado destacou o fator multiplicador imensurável do modal ferroviário, democratizando a comercialização dos produtos do Estado.

O Líder do Governo na Câmara dos Deputados, Major Vitor Hugo (PSL-GO), aposta na Ferrovia Norte-Sul como importante fator que deve impulsionar as economias de Goiás e do Brasil.

O leilão do trecho, que vai de Porto Nacional, no Tocantins, até Estrela D’Oeste, em São Paulo, com mais de 1.530 quilômetros, foi promovido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em março. O prazo de concessão é de 30 anos e a empresa terá de investir R$ 2,719 bilhões em melhorias. “Um dia histórico para Anápolis, Goiás e para o Brasil, que ganha em infraestrutura, economia e segurança no transporte do que é produzido no Estado”, disse o deputado Vitor Hugo. 

A retomada das operações deve ser iniciada pelo trecho que já estava em operação, entre Goiás e Tocantins. Quanto à parte sul, que vai de Anápolis a Estrela D’Oeste (SP), a previsão é de um ano e meio a dois anos para que passe a ter transporte. Ainda há obras a serem feitas. Com a operacionalização da Ferrovia, Anápolis pode se tornar base das operações da Rumo Logística, pela sua localização central. A expectativa é de que a tarifa seja 30% mais barata do que a tabela de frete rodoviário e a promessa é de e gerarem mais de 800 empregos diretos e indiretos. 

.

You may also like