Crime organizado determina greve de presos em Goiás contra ações de governo que isolaram lideranças de facções

O Popular confirma na edição desta quinta-feira (14) o que todo mundo já sabia: a greve de fome nos presídios de Goiás foi ordenada pelo crime organizado. O jornal teve acesso a mensagens de celular onde o comando do crime dá instruções aos presidiários.

As facções criminosas agonizam no Estado, depois que as lideranças foram transferidas para o presídio de segurança máxima de Planaltina, de onde não conseguem mais se comunicar e dar ordens para a prática de crimes fora dos muros das cadeias.

O processo de esfacelamento do crime organizado que atua nos presídios é uma medida nacional comandada pelo ministro Sérgio Moro, da Justiça.

Fonte: Goiás360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja bem-vindo(a)!

Entre em sua conta abaixo

Recupere sua senha

Por favor insira seu Usuário ou Email para recuperar a sua senha