Estado de Goiás tem recorde de apreensões de drogas

Por Portal Anápolis

As polícias Civil e Militar apreenderam mais de 36 toneladas de drogas em Goiás nos primeiros seis meses de 2019. Na comparação com igual período do ano passado, o aumento é de 140% – o maior já registrado no Estado. O balanço foi apresentado nesta segunda-feira, dia 1º, pelo governador Ronaldo Caiado e o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

De janeiro a junho deste ano, 111 organizações criminosas foram desarticuladas. Além disso, as forças policiais apreenderam mais de 220 quilos de explosivos que seriam utilizados em ataques em agências bancárias. As forças policiais goianas também são responsáveis por 700 mil abordagens e 15 mil prisões em flagrante.

Foram apreendidas 3,2 mil armas de fogo. Entre elas, 271 de calibre restrito, 21 kits rajadas – que aumentam o poder de destruição de pistolas -, 14 fuzis, 16 metralhadoras e 58 rifles. Cerca de R$ 50 milhões de organizações criminosas também foram bloqueados após as ações policiais.

O Corpo de Bombeiros realizou 20 mil ações preventivas e 40 mil resgates. A corporação também atuou no combate a 1,5 mil incêndios urbanos e 2,2 mil incêndios florestais. A Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), por sua vez, recebeu 32,6 mil perícias e finalizou 30,3 mil. Quase 30 mil laudos também foram concluídos.

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) também intensificou suas ações de segurança. Foram feitas 631 revistas gerais nas unidades prisionais do estado. Houve aumento de 13,3% nas revistas diárias e de 164% no número de apreensões de drogas que entrariam nos presídios. O número de materiais de uso não permitido caiu 35,29%

Comunicação Setorial Secretaria de Segurança Pública

You may also like