Prefeitura entrega aos anapolinos a mais bela de todas as avenidas

Com modernos traços de engenharia viária, ela baliza o tráfego urbano de Anápolis

Da Redação

Ao longo de, aproximados, 14 quilômetros, da confluência com a BR 060 – entrada para o Distrito Agro Industrial de Anápolis – até a sua conexão com a BR 153 (Belém Brasília) onde forma o tripé com a BR 414 (Corumbá/Pirenópolis), a Avenida Brasil passou a ser o resumo da modernidade em trânsito para Anápolis, em todos os tempos. Nesse trajeto, ela, que é o maior eixo econômico do Município, com centenas de empreendimentos de todos os portes (comércio, indústria, repartições públicas e prestadores de serviços) se forma com projetos arquitetônicos de primeira linha, como três modernos viadutos/trincheiras para a excelência da logística de tráfego urbano.

Nenhuma outra avenida em Goiás tem as caraterísticas da Brasil. Ao mesmo tempo em que otimiza o fluxo natural do trânsito, dando mais velocidade com segurança nos deslocamentos, ela não exclui as características econômicas e, até, residenciais em ambas as margens. Pode-se afirmar que por ser o divisor comum entre o Leste e o Oeste da região urbana, a Brasil é a “avenida da integração anapolina”, isto, por causa da sua importância logística e da sua grande influência na distribuição racional de todo o movimento entre os quatro cantos de Anápolis.

Projeto arrojado

A principal diferença entre a Avenida Brasil e as demais, é que ela foi concebida dentro de uma proposta inovadora. O corredor do transporte coletivo é tido como um dos mais avançados no País. Ele foi projetado para oferecer mais praticidade e segurança ao usuário. Os pontos de embarque/desembarque, todos eles modernos, confortáveis e cobertos, ficam, estrategicamente, localizados no meio da Avenida, o que sinaliza com a diminuição de riscos para o transeunte de um lado e, de outro. Sem contar que, ao longo de toda a sua extensão, a Avenida Brasil tem sinalização de solo (faixas nos cruzamentos e nos locais de embarque do transporte urbano) e sinalização semafórica moderna, o que, naturalmente, promove a disciplina do tráfego de um lado a outro da Cidade.

Há, ainda, o videomonitoramento em implantação, o que permite o controle, em tempo real, de toda a sistemática da via. A Avenida Brasil conta, também, com as chamadas alças auxiliares, que são pistas paralelas para se permitir o trânsito doméstico, ou seja, o que não exige o tráfego nas suas vias principais. Os usuários podem ter uma convivência normal e harmoniosa interbairros, sem a necessidade de buscarem as pistas principais. O projeto da Avenida Brasil assemelha-se ao sistema europeu de escoamento de trafego, pois busca a humanização no trânsito, a partir da harmonia entre pedestres e veículos de todos os portes. O traçado não influencia na vida cotidiana de quem mora e/ou trabalha em sua região de influência, pois permite um completo desafogo no trânsito, o que garante o escoamento seguro, racional e eficiente. A obra, que integra o projeto BRT, convênio com o Governo Federal (que inclui outras avenidas da Cidade, em um orçamento total de R$ 74 milhões), é o presente que a Prefeitura oferece ao povo de Anápolis na festa dos 112 anos de emancipação política do Município. O Prefeito Roberto Naves disse que a Avenida Brasil, além de bela e versátil, é a maior obra do sistema viário urbano de Anápolis em todos os tempos. E, assegura que novos investimentos estão previstos para torná-la no mais importante eixo viário urbano do Centro Oeste. Para ele, “é questão de tempo

You may also like