Quase 500 cirurgias oftalmológicas foram realizadas em Anápolis durante a pandemia

Com agendamentos espaçados durante a pandemia, fila para procedimentos caiu de 830 para 178 pacientes, que já estão regulados

Por Redação

A saúde não para. Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, o trabalho continua com ainda mais segurança, respeitando os protocolos de higiene, distanciamento social e evitando aglomerações. Prova disso são as cirurgias oftalmológicas. De março – quando começaram as ações de controle e combate à Covid-19 – até agora, foram realizadas 475.

As cirurgias fazem parte do contrato assinado entre a Prefeitura e o Hospital Oftalmológico de Anápolis (HOA) no final de janeiro deste ano. Os procedimentos começaram a ser feitos e, com a pandemia, os agendamentos foram espaçados. Ainda assim foi possível zerar a demanda reprimida, que no início era de 830 cirurgias e agora tem uma fila de espera com 178 pacientes, todos já regulados.

Vale ressaltar que a fila é organizada por critérios como gravidade, equidade e temporalidade, sendo acompanhada diariamente pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). O credenciamento da unidade executante foi feito por meio de chamamento público. Além das cirurgias de catarata, o contrato prevê ainda operações de retina, córnea, ptose palpebral, pterígio e outras especialidades, bem como outros procedimentos oftalmológicos.

You may also like