Semana Santa: Preços dos peixes variam até 170% nos supermercados de Anápolis

A diferença de valores dos pescados é assustadora e o melhor caminho é a pesquisa

Da Redação

O PROCON-Anápolis realizou pesquisa de preços de 22 tipos de peixes e crustáceos mais procurados, em 14 estabelecimentos comerciais da cidade – sete peixarias e sete supermercados, tendo em vista o aumento do consumo durante a Quaresma e a Semana Santa. Este ano, a maior variação entre os supermercados é de 91,6%, referente ao filé de salmão, que pode ser encontrado desde R$ 69,90 até R$ 133,98 o quilo. Seguido dos itens bacalhau e sardinha, que registram diferença de até R$ 27,90 e R$ 14 de um supermercado para outro, respectivamente.

O salmão, também, ocupa o primeiro lugar no ranking anual de aumento de preço, na ordem de 47%. No ano passado, o valor médio do quilo era de R$ 69.45, hoje a média fica em R$ 101,94. Em segundo lugar, o filé de merluza registrou alta de 35%, no ano, passando da média de R$ 24,74, em 2018, para R$ 33,29, em 2019. Nos supermercados, a opção mais em conta para o consumidor que vai comprar carne branca é a caranha: R$ 8,90 o quilo.

Peixarias

Já nas peixarias, o piau é a alternativa mais barata entre os produtos pesquisados: sai a R$ 9,00 o quilo. Ocupando primeiro lugar na lista de maior variação de preço nestes estabelecimentos, o quilo do camarão rosa GG pode custar até R$ 65 a mais. Além dos de tamanho M e G, que registram diferença de preço de até R$ 61 o quilo. O bacalhau tipo Saithe, também, entra para a lista, chegando a R$ 36 a diferença de preço do quilo de uma peixaria para outra. O recorde de aumento, no comparativo entre o ano anterior e este, é do lambari, 43%.

O objetivo da pesquisa é estabelecer comparativos e informar os cidadãos para melhor tomada de decisão na hora de fazer as compras. Considerando os itens mais populares para esta época do ano, as peixarias oferecem preços mais competitivos, confira abaixo.

O PROCON Anápolis disponibiliza uma série de orientações para ajudar o consumidor a avaliar a qualidade dos produtos na hora da compra. As principais preocupações devem ser em relação às condições de armazenamento e higiene do produto.

You may also like