Avenida Brasil: Nova interdição para obra da SANEAGO

Trecho central da via deve sofrer duas intercorrências: uma de 20 e outra de 40 dias

Da Redação

A Avenida Brasil terá, a partir de sábado, 11, uma interdição em sua parte central, mais precisamente, entre a Avenida Goiás e a Rua Barão do Rio Branco. Isto, para que a SANEAGO realize a obra de desvio de uma rede de esgoto que fica na parte inferior do viaduto “Deocleciano Moreia Alves”. A obra deve durar 40 dias e, numa das etapas de sua realização, haverá a interdição do trânsito na Avenida Goiás. Assim sendo, o tráfego de veículos obedecerá a rotas alternativas no trajeto Centro-Jundiaí e vice-versa. Haverá, ainda, interdição na pista auxiliar entre a Rua Barão do Rio Branco até às proximidades do estacionamento da Prefeitura. Segundo a Prefeitura, esta é a última etapa das obras de mobilidade na Avenida Brasil e não apresentará qualquer risco para o trânsito na pista superior do viaduto.

De acordo com a engenheira Tânia Valeriano, gerente regional da SANEAGO, no início da obra, a empresa Jo Fe Gê, contratada para a realização das obras de mobilidade urbana, foi notificada sobre a necessidade de se fazer o remanejamento de redes de água e esgoto ao longo da extensão dos dois viadutos: o da Avenida Brasil e o da Rua Amazílio Lino. Mas, houve a argumentação de que se tratava de uma obra complexa e que os remanejamentos estariam dentro do cronograma e seriam feitos em etapa posterior.

O Prefeito Roberto Naves disse que o serviço deve ter um custo de R$ 400 mil que, em princípio, será de responsabilidade da empresa. Mas, o assunto deve passar pela Procuradoria Geral do Município. E, acrescentou que a licitação da obra, anterior à sua gestão, foi firmado no Regime Diferenciado de Contratação, modalidade de licitação pública criada no País para atender às necessidades de contratações para obras destinadas aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, e da Copa do Mundo de 2014, que prevê a possibilidade de elas serem iniciadas sem todos os projetos concluídos, sendo os mesmos aprovados e executados ao longo do cronograma.

Como fica

A Prefeitura informou as mudanças que deverão ocorrer nas proximidades da obra. No início, os trabalhos serão concentrados na alça lateral do viaduto, no sentido Norte-Sul, ou seja, da esquina da Rua Barão do Rio Branco até à Avenida Goiás. Quem usar a Avenida Brasil não terá problemas, já que a pista superior do viaduto não será fechada. Numa outra etapa, o tráfego na Avenida Goiás será interditado. Os condutores deverão buscar rotas alternativas. Para quem está no centro e seguir sentido Bairro Jundiaí, uma das alternativas é a Rua Barão do Rio Branco, ou, o viaduto da Rua Amazílio Lino.

Já quem faz o sentido inverso, poderá optar pela alça lateral do viaduto, contornado o prédio da Câmara Municipal e fazendo o retorno no viaduto “Nelson Mandela”, com a opção de seguir pela Avenida Fayad Hanna, ou, entrar pela Rua Aluísio Crispim, que dá acesso à Avenida Contorno. Se preferir pode, ainda, seguir pela Rua Amazílio Lino.

Neste sábado, 11/05, haverá a interdição da alça lateral do viaduto da Brasil com a Goiás. Isso acontecerá para a implantação do canteiro da obra e para que, no fim de semana, os condutores já estejam acostumados com a alteração e possam buscar as rotas de suas preferências. A CMTT garante que haverá sinalização adequada em diversos pontos e que os agentes de trânsito e a equipe de educação vão estar, também, fazendo a orientação aos motoristas.

You may also like