Deputado Vitor Hugo comemora a ampliação da área de atuação da Codevasf para todo o estado de Goiás

Foi Vitor Hugo quem pediu ao relator do projeto na Câmara, deputado Silvio Costa Filho (Republicanos-PE), alterar o texto do Projeto de Lei para aumentar a área de atuação da Codevasf em Goiás. O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei e agora todos os 246 municípios goianos são cobertos pela Companhia.

Por Redação – Foto: Agência Brasil

O deputado federal Vitor Hugo (PSL-GO) celebrou ampliação da área de atuação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco (Codevasf), empresa pública federal vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), em Goiás. Em julho, Vitor Hugo havia se reunido com o relator do Projeto de Lei na Câmara, deputado Silvio Costa Filho (Republicanos-PE), e solicitou que fosse incluído todo o estado de Goiás no texto da proposição.

Na terça-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.053, de 2020, que inclui bacias hidrográficas de vários estados na região de operação da Codevasf. Com isso, a articulação de Vitor Hugo também se tornou lei e todos os 246 municípios goianos foram contemplados. Antes, somente 136 cidades do estado de Goiás eram beneficiadas pela estatal.

“Eu acompanhei de perto a tramitação do Projeto de Lei e colaborei para a sua aprovação na Câmara dos Deputados, que aconteceu de forma diligente e eficaz. Goiás, que antes era coberto somente com a metade do seu território, agora foi contemplado em sua totalidade. Fico muito feliz com a Sanção do presidente e por ter articulado em prol de Goiás”, afirmou Vitor Hugo.

O deputado acredita que a nova Lei vai colaborar para que os recursos cheguem de maneira mais direta e acessível aos municípios, além de facilitar a aplicação para o bem da população. “Esse era um desejo antigo dos goianos. Muitos prefeitos e prefeitas já tinham trazido esse pedido ao meu gabinete e eu fiz questão de contribuir com a pauta”, relatou o deputado.

O parlamentar relatou o trabalho da Codevasf, que opera no processo de articulação para o desenvolvimento de forma integrada e sustentável das bacias hidrográficas, além de reforçar o seu compromisso com o estado de Goiás. “Com essa nova Lei, quem ganha, sem dúvidas, é o estado de Goiás e os que mais necessitam. Reforço aqui o meu compromisso e comprometimento com os cidadãos goianos. Vamos continuar crescendo e colaborando para o desenvolvimento do nosso estado”, destacou Vitor Hugo.

Além de contemplar todo o estado de Goiás, com a nova Lei, a Codevasf passar a atuar nas bacias hidrográficas dos rios Araguari (AP), Araguari (MG), Jequitinhonha, Mucuri e Pardo e as demais bacias hidrográficas e litorâneas dos Estados do Amapá, da Bahia, do Ceará, da Paraíba, de Pernambuco, do Piauí e do Rio Grande do Norte.

Codevasf em Goiás

A Codevasf inaugurou seu escritório em Goiânia em março deste ano, mas a Companhia já era presente no estado de Goiás e atuava antes mesmo na inauguração oficial. A estatal já contribuía para a articulação de parceiras no estado de Goiás, além acompanhar as ações da empresa no estado.

Em março, a Companhia firmou uma parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) para fazer repovoamento de peixes no rio Araguaia. O trabalho, pioneiro na região, conta com a aplicação de tecnologia de reprodução de alevinos utilizada nos Centros Integrados de Recursos Pesqueiros e Aquicultura da Codevasf. Esse e tantos outros projetos visam contribuir para crescimento de Goiás, além de melhorar a qualidade de vida dos goianos.

A Companhia é responsável por executar políticas públicas do Ministério do Desenvolvimento Regional em Goiás, além de promover ações nas áreas de agricultura irrigada, como a implantação de projetos públicos de irrigação e modernização de técnicas e desenvolvimento de culturas; segurança hídrica, com a construção de canais de usos múltiplos, adutoras de água, barragens, diques, cisternas, sistemas de abastecimento de água e barreiros; revitalização de bacias hidrográficas, atuando na preservação de nascentes, rios e recursos naturais, implantação de sistemas de esgotamento sanitário e no controle de processos erosivos; atividade produtiva local, com a estruturação dos arranjos produtivos locais e apoio e capacitação de produtores rurais; e infraestrutura, com a construção de pontes, estradas, pavimentação e requalificação urbana e rural.


Assessoria de Comunicação / Deputado Vitor Hugo (PSL-GO)
Com informações do site da Codevasf

You may also like