Entrega de subestação da Enel em Anápolis será entregue em janeiro de 2020 afirma Amilton Filho

Da Redação

O presidente da Comissão de Defesa aos Direitos do Consumidor e membro da CPI da Enel na Assembleia Legislativa, deputado Amilton Filho (SD), anunciou que a Subestação de Santana, que está em fase de construção em Anápolis sobre a responsabilidade da Enel, deverá ser concluída até janeiro de 2020. O parlamentar disse que participou de diversas reuniões com a empresa, para solicitar essa antecipação.

O empreendimento fica na Avenida Independência, próximo ao Residencial Flamboyant. A Subestação de Santana será importante para tirar a sobrecarga da rede, pois, conforme informou Amilton, a energia fornecida para a cidade atualmente “não é suficiente” para atender à população. Ele informa ainda que a construção está em “ritmo acelerado” e que, “ao final dessa ₩obra, nós esperamos que o sistema esteja normalizado”.

Anúncio

“Não se fala em desenvolvimento, não se fala em emprego, não se fala em uma cidade moderna, em um estado moderno, um estado industrializado, se não tiver água e energia”, destaca. Conforme pontuou o parlamentar, a nova subestação deveria ser entregue apenas no final do ano que vem. Além deste benefício, Amilton Filho luta para que a Enel ofereça uma estrutura melhor de atendimento à população.

Subestação

A Subestação de Santana vai atender à crescente demanda de energia da região de Anápolis, acrescentando *33,3MVA de potência ao sistema elétrico e beneficiando diretamente mais de 165 mil pessoas.

Com 72% da obra concluída, a estrutura da subestação permite ampliações rápidas, de acordo com a demanda da cidade. “Quando entrar em operação, a Santana já estará preparada para instalarmos mais dois transformadores de 33,3 MVA de forma muito mais ágil. Além disso, a subestação conta com os equipamentos tecnológicos, que podem ser operados de forma remota e transmitem informações em tempo real, permitindo o monitoramento da situação elétrica dos equipamentos direto do Centro de Operação da Distribuição (COD), em Goiânia”, afirma Roberto Vieira, responsável pelo departamento de Alta Tensão da Enel Goiás.

Com um investimento de R$ 18,6 milhões, a Subestação Santana será a quarta do município de Anápolis, terceiro mais populoso do estado, maior polo industrial do Centro-Oeste e o segundo maior do Brasil. “Além das obras na rede de alta tensão, estamos construindo cerca de 30 quilômetros de novas linhas de baixa e média tensão, que são as redes que levam a energia para os clientes e contribuem para a melhoria da qualidade do fornecimento de energia do município”, conclui o parlamentar.

Com informações da ENEL

.

You may also like