TJGO se destaca no cumprimento de todas as metas do CNJ

Da Redação

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) foi destacado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) como um dos tribunais brasileiros que atenderam todos os requisitos e alcançaram o cumprimento máximo da Meta 8/2018, que consiste no fortalecimento da rede de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra as mulheres. Essa meta foi definida para Justiça Estadual.

Os resultados e o relatório das Metas Nacionais 2018 foram apresentados pelo CNJ na quarta-feira (29), durante a 1ª Reunião Preparatória do 13º Encontro Nacional do Poder Judiciário (ENPJ), realizado no Conselho da Justiça Federal (CJF), que contou com a participação da juíza auxiliar da Presidência, Sirlei Martins da Costa e com a secretária de Gestão Estratégia, Mislene Medrado. O evento reuniu presidentes dos tribunais, integrantes da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário, responsáveis pela área de Gestão Estratégica e servidores da área de estatística.

No ano passado, foram estabelecidas oito metas do Poder Judiciário a fim de contribuir para o aumento da produtividade dos tribunais brasileiros, além de firmar o compromisso com o aperfeiçoamento da prestação jurisdicional. Na avaliação do presidente do CNJ, Dias Tofolli, as metas são importantes instrumentos de gestão que balizam o desempenho de cada tribunal brasileiro com o intuito de estimular o judiciário a prestar os seus serviços de forma mais célere, eficiente e com mais qualidade.

Em 2018, foi a primeira vez que iniciou um alinhamento, pioneiramente na Justiça Estadual, da metodologia das Metas Nacionais com o Relatório Justiça em Números. Esse passo foi relevante para que, em 2019, os glossários dos outros ramos de Justiça fossem também parametrizados com as variáveis e indicadores do Justiça em Números. Para o secretário especial adjunto da Secretaria de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica e juiz auxiliar da Presidência do CNJ, Carl Smith, os dados apresentados demonstram que os tribunais brasileiros entendem e pensam a complexidade da execução das Metas. “Além disso, nos permite identificar fatores e ações que impactaram no desempenho no cumprimento dessas metas ao longo de 2018”, observa.

No segundo semestre deste ano, serão realizados a 2ª Reunião Preparatória e o 13º Encontro Nacional do Poder Judiciário, evento organizado pelo CNJ que ocorre anualmente com a alta administração dos tribunais brasileiros. Na ocasião, também serão definidas as Metas Nacionais para 2020. 

Com informações do Centro de Comunicação Social do TJGO

You may also like