Fruticultura: Anápolis lidera a produção de várias espécies no Estado

Município conhecido pela indústria, pelo comércio e pela prestação de serviços, é destaque, também, na produção de frutas

Da Redação

A recente realização da Festa da Mexerica, no Distrito de Goialândia, revelou um dado, até então, desconhecido de grande parte dos anapolinos. Anápolis é um dos principais produtores de frutas no Estado. Isto garante emprego para centenas de famílias, a circulação de grande volume de capitais e a geração de tributos variados. Mesmo com as dimensões territoriais do Município reduzidas, a fruticultura tem um importante espaço no agronegócio regional. São dados oficiais, revelados pelo IBGE. Outro detalhe importante é que a qualidade das frutas produzidas em Anápolis garante não só os mercados local e regional. Muito do que se produz por aqui, é vendido para outras cidades, outros estados e até, para outros países.

O Município ocupa o primeiro posto em produção e número de estabelecimentos na cultura da tangerina, (ou mexerica). Segundo o IBGE, a produção no Município é de 6.511,740 toneladas, distribuída em 85 estabelecimentos. Nerópolis ocupa a segunda posição em produção, com 1.496,332 toneladas e, Campo Limpo de Goiás, tem a segunda posição em número de estabelecimentos: 35.

Outro destaque é a bananicultura. Anápolis aparece na pesquisa no primeiro lugar em Goiás, na produção desta fruta, com 22.859,130 toneladas, bem à frente do segundo colocado que é o município de Itauçu, com 15.793,858 toneladas e, do terceiro, Jaraguá, com 7.177,604 toneladas. Além disso, está na primeira posição quanto ao número de estabelecimentos produtores (chácaras, sítios e fazendas): 235. Jaraguá fica em segundo, com 134 estabelecimentos e, Pirenópolis em terceiro, com 111 estabelecimentos.

Demais lideranças

Anápolis é líder, ainda, na produção de abacate em Goiás. São 268.190 toneladas, e, segundo município colocado em número de estabelecimentos: 08. Padre Bernardo é o segundo na produção de abacate, com 198 toneladas e a primeira posição em número de estabelecimentos: 09.

Anápolis ocupa, também, a quarta posição na produção de maracujá, com 322.300 toneladas distribuídas em 16 estabelecimentos. O ranking goiano é liderado por Luziânia, com 8.083,050 toneladas. Planaltina tem o maior número de estabelecimentos: 33.

Números:

Banana

1º Produtor – 22.859,130 toneladas

1º Número de estabelecimentos – 235

Tangerina

1º Produtor – 6.511,740 toneladas

1º Número de estabelecimentos – 85

Abacate

1º Produtor – 268.190 toneladas

2º Número de estabelecimentos – 08

Maracujá

4º Produtor – 322.320 toneladas

5º Número de estabelecimentos – 16

You may also like