Vereador propôs que contrato com a Saneago só seja assinado após início da construção de reservatório

Recentemente o presidente da empresa disse que é preciso antecipar a renovação do contrato que vence em 2023 para que sejam feitos grandes investimentos que acabariam com a falta de água na cidade.

Da Redação

O líder do Partido Social Cristão na Câmara dos vereadores Lélio Alvarenga, usou a tribuna da casa nesta segunda-feira (21), para propor ao prefeito Roberto Naves (Sem partido), que só renove o contrato com a Saneago após iniciada as obras do reservatório na cidade.

Segundo o parlamentar à crise hídrica em Anápolis é culpa da Saneago, que não investiu no abastecimento de água nos últimos anos. Ainda segundo Lélio, a solução passa essencialmente pela construção de um grande reservatório para a cidade. “De maneira simplificada, Anápolis precisa de uma grande caixa d’água, porque a cidade é igual à casa de cada um: se não tiver um reservatório para guardar a água na época de abundância, no período de estiagem vai faltar”, explicou.

O vereador ainda defendeu a busca de novos pontos de captação de água, pois entende que o Piancó, que agora conta com o reforço da transposição do Capivari, é muito pouco, já que a outra estação de tratamento de água, no Daia, é de propriedade da Codego, embora sirva quase 50 bairros da região sul.

Recentemente o presidente da empresa, Ricardo Soavinski, disse que é preciso antecipar a renovação do contrato que vence em 2023, para que sejam feitos grandes investimentos que acabariam com a falta de água na cidade.

Foto: Ismael Vieira

You may also like