Primeiro voo internacional pousa em Goiânia nesta sexta-feira, dia 02

Aeronave conduzirá delegação do Santos, que virá de Assunção, capital do Paraguai, para enfrentar Goiás, em confronto marcado para domingo (04/10). Com internacionalização do Aeroporto Santa Genoveva, expectativa é de que Estado se torne ponto de logística do Centro-Oeste

Por Redação – Fotos: Júnior Guimarães

O Aeroporto Internacional Santa Genoveva receberá nesta sexta-feira (02/10) o primeiro voo internacional, vindo de Assunção, no Paraguai. O avião trará a delegação do Santos Futebol Clube, que enfrentará a equipe do Goiás Esporte Clube, no próximo domingo (04/10), pela Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol. O voo sairá de Goiânia nesta quinta (1º/10), por volta das 22h35, com destino a Assunção, e retornará à capital por volta das 3h55 de sexta, com atletas, comissão técnica e funcionários.

Após a internacionalização do Aeroporto de Goiânia, em agosto deste ano, foram realizadas as adequações necessárias dos voos às normas sanitárias para a prevenção da Covid-19. O voo de Assunção já está disponível no painel informativo e significa um avanço na logística. “Um voo que seria moroso, partindo de Guarulhos, em São Paulo, ou Brasília, agora com a ligação traz comodidade e rapidez”, destaca o superintendente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Antonio Sales. 

Internacionalização

O novo salão de embarque e desembarque, decorado com painéis temáticos que exaltam a cultura, a fauna, a flora e as potencialidades de Goiás, foi apresentado pelo governador Ronaldo Caiado em 24 de agosto. Na ocasião, Caiado ressaltou que a internacionalização do Aeroporto de Goiânia beneficiará, principalmente, a indústria, o comércio e o agronegócio. A projeção é de que sejam duplicadas as oportunidades de empregos. 

“Essa abertura, tanto para importação quanto para exportação de nossos produtos, dá um upgrade no reconhecimento de Goiás no cenário internacional. Não seremos tratados como um aeroporto acessório”, afirmou o governador à época. Além de movimentar a economia goiana, estima-se que o setor de turismo seja rapidamente aquecido, especialmente no período pós-pandemia. Goiás, que já é referência na aviação de pequeno e médio portes, tem agora a previsão de se tornar um ponto logístico do Centro-Oeste. 

Também durante visita técnica ao Aeroporto de Goiânia, o governador recebeu três documentos que atestam a internacionalização do Santa Genoveva: o ato declaratório executivo da Receita Federal; o certificado de segurança operacional, via Agência Nacional da Aviação Civil (Anac); e a própria portaria da agência, de número 2.076, que abre o tráfego internacional e insere o Aeroporto de Goiânia entre os maiores do Brasil, com 3,2 milhões de passageiros.

Com informações da Secretaria de Comunicação

You may also like